Pesquisar este blog

28 de nov de 2008

Häagen-Dazs

Sorte é uma coisa, né? Outro dia eu estava na fila das Lojas Americanas, e tinha um freezer da Häagen Dazs do lado. Eu notei que muita gente abria e pegava um pote lá de dentro... ou gente boa da grana começou a frequentar as Americanas, ou o sorvete estava a preço de banana.

Pra minha sorte, foi a segunda opção. Tinha só de um sabor, Capuccino Caramel Truffle. Não sou assim fãããã de café, mas poderia ser Häagen Dazs de mangaba e eu ainda compraria.

Contei pra minha mãe sobre o ocorrido e, sabendo do preço, ela me pediu pra comprar mais um. Voltei na loja e, óbvio, não tinha mais nada. Fui em outra loja e paguei o preço normal em um outro pote, do sabor que ela queria. Mãe é mãe. Não queira nem saber pq eu fiz isso e faria muito mais por ela.


Sabor: Trufa de capuccino e caramelo

Quanto? R$5,99 o pote de 400g. Esse foi o da promoção.

Positivos: Cremoso pra cacete, com bastante sabor de café. Metidos a barista, devorem.

Negativos: Pra uma pessoa que gosta de café mas não é fanática - como eu - o sabor é meio forte. Sem contar que.... caramelo? Naonde?

-

Sabor: Cheesecake de morango.

Quanto? R$16,99, em outra unidade das Lojas Americanas. Cirurgia para arrancar o olho da cara não inclusa.

Positivos: Tem TUDO que teria no cheesecake. Sabor do recheio de queijo, sabor da calda de morango, e até pedacinhos de massa doce! De-las-car-o-ca-no.

Negativos: O sabor de cream cheese poderia ser mais acentuado.

Afinal, vale a pena? Bom, podemos primeiramente rezar para que outras promoções como essa aconteçam... pq pra tomar Häagen Dazs de novo, a não ser por um preço muito bom, vai ser difícil. Mas mesmo assim, um sacrifício de vez em quando vale a pena sim, se vc for louco por sorvete.

Avaliação:
Photobucket

22 de nov de 2008

Brunch na Galeria dos Pães

Ok, na verdade o serviço lá é de café da manhã, mas pela hora que eu estava lá era brunch, ok?

Daí que ontem eu e a minha querida amiga Mel fomos lá experimentar esse serviço. Nos esbaldamos no... hmm.... generoso buffet que fica à disposição do público nas 24 horas que o estabelecimento fica aberto. Obviamente mudando o cardápio de acordo com o horário.

Café da manhã: Seg/Sex - 5h às 11:30, Sábados, domingos e feriados - 5h às 15h.
Almoço: Seg/Sex - 12:00 às 15:30
Chá da tarde: Seg/Sex - 16h às 18h.
Sopa da noite: Todos os dias, das 18h às 5h.

Avaliando o café da manhã:

Onde? Galeria dos pães. Rua Estados Unidos, 1645. Jardim América, São Paulo, SP. Tel. 30645900

Quanto? R$14,00, para se servir à vontade, quantas vezes quiser.

O que inclui? Café, leite quente e frio (com inúmeros tipos de achocolatados em pó para acompanhar), chás, variados sucos, não tão variadas frutas em pedaços, salada de frutas, ovos mexidos, bacon frito, grande variedades de pães (de fabricação própria e de forma industrializado), sanduíches prontos, torradas, biscoitos, embutidos, queijos, patês pastas, manteiga, queijo cremoso, geléias, cereais matinais, iogurtes, bolos, pães doces, cookies, muffins, doces caseiros, disponibilidade de sanduicheira e torradeira... e eu devo estar esquecendo de alguma coisa, mas dá pra ter uma vaga idéia né?

Positivos: Como dá pra perceber, é uma variedade enorme. Apesar da vontade de comer de tudo, não o fiz. Deveria ter feito. Mas pelo que eu consumi, dá pra perceber que a qualidade de tudo é alta. Os sucos são uma delícia (destaque pro de maracujá), os pães (quase) sempre fresquinhos, e os produtos industrializados (como os iogurtes e geléias) são de boas e confiáveis marcas. Sem contar que... tinha cookie de passas com aveia!

Negativos: Faltou etiqueta com descrição em algumas das opções. Por exemplo as pastas: Vc não sabe se aquilo é de queijo, de alho, de ervas ou de jiló. O mesmo aconteceu com todos os pães, salgados e doces. Fica o toque. Ah, e o muffin estava meio borrachudinho...

Afinal, vale a pena? Bom, 14,00 pra simplesmente tomar café da manhã... não é pra todo dia - pelo menos pra quem não caga chora dinheiro como eu - mas vale a pena sim, pra sair da rotina. É mais caro que na The House, porém a variedade é bem maior.


Avaliação:
Photobucket

Não passa lá muito longe de merecer 5, não. Só falta um preço mais acessível... além de me fazer ***** enquanto eu como, claro.

20 de nov de 2008

Pringles Smart Flavors


Sim, eu tenho demorado pra postar. Oi, a minha vida tá um CAOS.

Bom, continuando com alguns snaks, q eu pouco tenho falado aqui, temos hoje a presença daquela que é MELHOR batata chips do mundo. PRINGLES.

É, é e é. E todo mundo sabe disso. Pena que seja tão cara por aqui. Não quero fazer desse blog um "morei nos EUA, desculpa.", mas... acreditam que lá fora cada lata, dessas grandes, custa em média U$1,00??? Enquanto por aqui chega a sair por quase R$10,00... e no Carrefour ainda.

Pois bem... todo mundo conhece a Pringles clássica né? Mas, faz um tempinho já, saiu essa Smart Flavors, com gordura reduzida e tal. E, pra ajudar, eu vi uma dessas bem quando estava em promoção no sacolão perto da casa da minha vó. Comprei, tanto pra matar a saudade quanto pra ver qual é a desse smart flavors.


Nome: Pringles Smart Flavors

Sabor: Savory Cheddar

Quanto? Paguei R$6,00. Difícil encontrar por menos que isso.

Positivos: Praticamente igual a comum. Ou seja: Jesus, me chicoteia.

Negativos: O pozinho do sabor não é espalhado por igual... tem chips quase inteiros que eu mal senti gosto. Mas foram poucos.

Afinal, vale a pena? Claro que sim. Pringles sempre vale, mesmo sendo cara. Se bem que... pensem comigo: um pacotinho de 50g de Ruffles (adoro esse nome - interna) tá em média R$2,00. Na lata de Pringles vem 160g.... mais do que 3 vezes o que vem na Ruffles, em qualidade extremamente superior. Não é difícil encontrar Pringles por 6 reais, o que torna a Ruffles mais cara, e acaba saindo bem mais em conta comprar Pringles. Viva o tio-branco-de-bigode!

Avaliação:
Photobucket

-

Me dêem dicas de panetonnes bons e baratos, pra nova campanha do blog!

14 de nov de 2008

Cookies do Wal Mart

Bom, me empolguei com os sabores brasileiros do risotto e hoje vou colocar um prato clássico daquela maravilhosa terra baian... HA! Pegadinha do Eat N' Tell. Bora pro exterior?


Então... cookie é uma delícia, mas aqui no Brasil ninguém faz em casa. Galera compra o industrializado, que fica muuuuuuuuito atrás do caseiro.

Mesmo que haja marcas boas, como Chocookies e Bauducco - e outras nem um pouco como a Cacau Show - quase ninguém conhece um bom cookie feito em casa. Pra começar, ele é mais macio, não é tão doce, e geralmente é bem maior que o industrializado.

O mais triste é que por aqui só se conhece um tipo de cookie: o chocolate-chip. Ô mania de só comer doce com chocolate. Dica: experimentem cookie de aveia com passas. É uma das opções na rede Subway, que aliás é um dos poucos lugares que se encontra cookie estilo caseiro por aqui.

Bom, daí que antes até de eu comer o cookie da Subway, um dia eu encontrei no Wal Mart umas bandejinhas com cookies que muito me lembraram os caseiros lá na terra do tio Bush Obama. Levando em consideração que esse hipermercado é americano, imaginei que o biscoito fosse fiel ao de lá. Não pensei duas vezes e comprei.


O que é? Cookies com gotas de chocolate.

Quanto? R$3,01 uma bandeija com aproximadamente 200g.

Positivos: Ahmm... tô pensando, já respondo.

Negativos: Puta merda. Não tem NADA de cookie a não ser a aparência. Não é nem parecido com o caseiro americano e nem com o industrializado brasileiro, argentino, chinês ou búlgaro. A massa é quase que só de açúcar.. ou seja: EX-TRE-MA-MEN-TE doce e duro. O chocolate? Hidrogenado. Sem gosto e poroso. Mas quase que salvam o biscoito. Eu disse quase. Não como de novo nem que tragam o Franz Ferdinand pra tocar aqui em casa.

Afinal, vale a pena? ...

Avaliação:





Conclusão: Cookie é bom, não coma o de qualquer um.

11 de nov de 2008

Receita: Risotto Ítalo-brasileiro

Este blog é escrito por duas pessoas fanáticas por risotto. Portanto, a relação risotto > eat n' tell é a mesma que viadada > show da Madonna: vai ter aos montes.

E nós adoramos fazer risotto (o de verdade, q já foi explicado o que é.) mesmo ficando com a cara no fogão por quase 1 hora... o que, nessa merda de calor que tem feito, passa longe de ser agradável. E além disso é um prato ótimo para se inventar. Vc pode brincar com os temperos, vinhos, caldos e outros elementos que irão junto. Na minha vida eu nunca fiz um risotto igual ao outro. Seguem algumas combinações que dão certo pra cacete:

> Frango grelhado e gengibre
> Lula, tomates e tinta de lula. O risoto fica preto!
> Alho-poró e manteiga temperada
> Sobrecoxa de pato e manjericão roxo
> Mariscos e açafrão
> Queijo de cabra e damascos
> Risotto de abacaxi para acompanhar lombo grelhado

E por aí vai... portanto eu vos aconselho a comprarem um pacote de arroz arbóreo (não é absurdamente caro... nem R$8,00 um pacote que 1 quilo) e irem inventando. Quem sabe não rola até uma promoção aqui?

A receita hoje é inclusive de uma vez que eu fui no mercado, escolhi na hora o que eu ia comprar, e resultou num puta risotto bom. Falaê como faz, Louro José!

Prepare o fundo líquido: Ferva 1500ml de água e coloque 2 cubos de caldo de bacon.

Em uma frigideira funda, frite de leve 1 gomo de lingüiça de calabresa. Se for de teflon, nem de óleo precisa. Reserve.

Pique em cubos minúsculos 1 cebola média. Na mesma frigideira da calabresa, aqueça 2 colheres de manteiga e frite a cebola até que ela fique transparente apenas. Não deixe dourar.

Adicione vinho tinto. O bastante para deixar a cebola bem vermelha. Deixe o vinho agregar sabor ao refogado de cebola.

Adicione 1 xícara de arroz arbóreo. E misture bem, até que ele esteja bem envolto pela cebola com vinho.

Com uma concha, despeje pouco a pouco o caldo de bacon e mexa bem.

Continue mexendo sempre, até que o caldo evapore. Repita o quanto for necessário até que o arroz esteja macio da forma como vc gosta. Cuidado para que ele não desmanche. Vai virar mingau.

Quando o arroz estiver quase no ponto, adicione tempero baiano. Este tempero é vendido pronto em supermercados.

Quando o risotto estiver pronto, tire da frigideira e adicione 1 colher de manteiga e queijo parmesão ralado, a gosto.

Junte a lingüiça calabresa e misture.


Use a criatividade para montar um belo prato, e bom apetite!

-

> Risotto pode ser feito com arroz comum (agulhinha)? Pode, dá certo sim. Mas não chega nem perto. Meu, 7 reais não mata ninguém. E 1kg de arroz arbóreo rende bastante, viu.

> O vinho que eu usei foi:
Salton Tannat 2004, Serra Gaúcha - Brasil.


Eu batizei de Risotto Ítalo-brasileiro pq ele leva elementos tanto da nossa cultura gastronômica quanto da italiana... partindo do próprio prato que É italiano, usando a lingüiça calabresa que é de lá também, mas muuuuito apreciada aqui no brasil, e terminando com elementos nacionais... tempero baiano, vinho gaúcho, e feito por um paulista.

Faz ae, cazzo!

10 de nov de 2008

Ressaca fudida do show do Maroon 5 de ontem. Que aliás, tava uma coisa de louco.

And it really makes me wonder: o que uma pessoa aprende... hmm... gastrono-nutricionalmente, indo a um show? Ontem mesmo eu aprendi que:

> A batata frita do The Fifties - roubada do saquinho de uma menina na fila - só pode vir de outro planeta. Impossível uma batata terráquea ser tão boa.
> Se vc vai ficar em pé por horas no mesmo lugar, ir a este lugar sem comer não é a melhor idéia do mundo.
> Suar não mata, mas desidrata, e principalmente irrita. Muito. O que isso tem de gastrônomo-nutricional? Dá sede.
> Água vale ouro. Mesmo que seja da torneira.
> Por um momento a pessoa que eu mais invejei no mundo foi o Adam Levine - vocalista da banda. Simplesmente pq ele tinha uma garrafa de água na mão e eu não.
> Comer quando se está morto de fome é uma experiência maravilhosa. De-vo-rei um cheeseburger duplo da Am-pm no carro mesmo, e dirigindo. Uma velhinha de bicicleta no meio da rua me fez aprender que isso não deve se repetir.

8 de nov de 2008

Domino's - Pizza pt II

Mais uma das muitas vezes que pretendemos falar de pizza aqui. Pq meu, pizza é pizza.

E hoje temos a rede americana de pizzarias Domino's. Que aqui no Brasil, apesar de adaptar o cardápio, manteve o estilo americano de vender pizzas.

Pra começar, a pizza brasileira é bem diferente da dos Estados Unidos. Por alguns motivos:
1: A massa. Completamente diferente. A daqui é mais macia, e a de lá é mais crocante.
2: Aqui vc escolhe o tipo da pizza. Marguerita, Calabreza, Portuguesa, etc. Lá, por mais que tenham os tipos prontos já, a galera escolhe mesmo os toppings da dita-cuja. Ou seja, o que vai em cima do queijo. Por exemplo, pepperoni, azeitonas, cogumelo, etc. E sim, TODAS as pizzas têm queijo.
3: A grossura da massa da pizza americana é algo importantíssimo. Aqui raramente vc pode escolher se sua pizza terá massa fina, normal ou grossa. Lá vc TEM que dizer isso ao pedir uma pizza. Os tipos são: thin crust (massa fina), regular (normal) ou deep dish (massa grossa). A thin crust é cortada em retângulos, por fatias triangulares seriam dificílimas de comer com as mãos. E a deep dish é tão grossa que a pizza parece uma quiche.

Daí que sábado passado eu passei em frente a uma Domino's e parei lá na hora. Pra matar tanto a saudade da pizza ianque quanto a puta fome que eu estava.

O que é? Pizza brotinho com até 2 toppings, que no caso desta são pepperoni e parmesão.

Quanto? R$13,25. Visto que na padaria na esquina da minha rua uma dessas está R$15,00, eu não acho que esta esteja cara.

Onde? Domino's Pizza, loja Bandeirantes.
Rua Condessa do Pinhal, 296 / Parque Colonial
(11) 3892 - 0477

Positivos: Massa crocante e macia, pizza bem quentinha, e... muito queijo!

Negativos: Bem gordurosa. Nesse ponto, a pizza típica brasileira ganha de longe.

Afinal, vale a pena? Lóóógico. Mas não recomendo pra quem não gosta de Pizza Hut. É tipos... igual. Até onde eu me lembro, pq faz tempo que não como lá.

Avaliação:
Photobucket

-

Só pra deixar claro que ainda assim eu AMO a pizza brasileira. E sou bastante feliz por morar no lugar onde se faz a melhor pizza do país =)

4 de nov de 2008

Trufado gigante


Será que existe alguém no mundo que não saliva desidratavelmente por um bombom trufado ou uma trufa? Ahá! Mas qual a diferença dos dois?

Bom, ambos são recheados com ganache (creme de leite + chocolate). Poréééém... uma trufa é disforme - tentando chegar o mais próximo possível do redondo - e é coberta com chocolate em pó, enquanto o bombom trufado é feito em formas de bombom. Mas não importa, ambos tem ganache. E ganache = vem-ni-mim.

Daí que tem uma padaria que faz um bombom trufado de calar a boca de quem reclama do tamanho das trufas por aí. Sem brincadeira, o negócio é enorme! E muuuuuito bem recheado, obrigado. Dá um ligue:


Ah... ok, é grande... será que é bom?

Nome: Bombom trufado de coco.

O que é? Bombom trufado recheado com ganache de chocolate meio-amargo e leite condensado com coco ralado.

Quanto? R$2,70

Onde? Padaria Nova Royal
Rua Doutor Fláquer, 817. Centro, São Bernardo do Campo SP.
Tel: (11) 4330-4284

Positivos: É GRANDE! E de boa qualidade. Sem contar que o preço não é abusivo. Já vi bombom menor custar mais. E nem tão bom era. E meu... a ganache dela é uma coisa que não existe.

Negativos: Não cai do céu.

Afinal, vale a pena? MUITO. Vale também experimentar a de cereja, mas é meio enjoativa...

Avaliação:
Photobucket

-

PS: Os dedos na foto são pra mostrar o tamanho do bombom e nada mais. Não deixem a imaginação voar.

PS2: Alguém aqui vai no show do Maroon 5 em São Paulo domingo?

PS3: Nada. Era só pra ver se alguém ia pensar em PlayStation com esses PSs.

3 de nov de 2008

Um toque

Quem é do ABC Paulista - ou não - está convidado a participar da feira Cores & Sabores, na Universidade Metodista, campus Planalto, São Bernardo do Campo. Vai acontecer dia 06/11 - quinta-feira agora - durante o dia todo, e às 11:00 eu vou dar uma aula de quiche, elaborada pelo meu grupo. Compareçam! Vai ter degustação... além da chance de ver se eu cozinho tão bem quanto eu reclamo :)

2 de nov de 2008

Luto

Lele, aqui há um ombro amigo, um ouvido amigo, e um amigo amigo. Pro que você precisar.
Te amo.

Clayton

1 de nov de 2008

Sorvete Sonho de Valsa - Kibon

Não sei se é exatamente uma novidade... acho que sim, mas bom, a Kibon está com 2 sorvetes baseados em bombons da Lacta... os dois mais populares, acredito eu: Sonho de Valsa e Ouro Branco.

Aí que esses dias tava um calor ducacête aqui em SãoPaulo, e a galera teve que segurar as pontas tomando sorvete. Agora deu uma esfriadinha - God bless São Bernardo do Campo - mas sabe como é né... no Brasil não existem estações definidas. Então fica a dica do que chupar ingerir num calor infernal, não muito distante.


Nome: Kibon Sonho de Valsa

O que é: Sorvete de amendoim com flocos de chocolate.

Quanto? R$15,59 no Pão de Açúcar

Positivos: Qualquer coisa com amendoim fica MUITO muito bom, né? Sorvete não seria diferente. E o chocolate dá um plus a mais. Sem contar que sorvete da Kibon, mesmo não sendo a coisa mais cremosa e perfeita do mundo (Häagen-Dazs, tô com saudade. Me liga.), é de ótima qualidade.


Negativos: O sabor do amendoim podia ser mais acentuado. E não sei se eu reclamo que deveria ter mais chocolate ou se nem deveria ter chocolate... dileminha aqui. Mas enfim, Devia ter ou mais ou nada, pq a quantidade que tem nem enche o buraco do dente.


Afinal, vale a pena? Sim! Principalmente pra quem ADOURA pasta de amendoim, paçoca e etc. Vai uma dica: Experimentem com Ovomaltine polvilhado. Resolve o problema do chocolate que eu disse. E né... Ovomaltine fica bom até em cimento.

Avaliação:
Photobucket

-

Lembram do Kappa? Então, dia desses fui lá pra encher o prato de Batata ai Funghi e misbaldar. Daí vi uns filés de frango e peguei um bem gordinho. Meu... quando eu cortei a parte mais alta dele, estava CRU no meio. C-R-U. Tipo, frango cru! É a salmonela acenando e gritando "OE! Pega eu!". E uma pessoa menos esclarecida poderia comer sem problemas e bater as botas logo em seguida. Portanto, CUIDADO com os filés de frango muito altinhos, ok?

Eat N' Tell - Community service since July 2008