Pesquisar este blog

26 de set de 2010

Zena Caffè

Vou falar do Zena Caffè (São Paulo) porque acabei de voltar de lá, e toda vez que volto de lá tenho vontade de mostrar pra todo mundo a maravilha que é se comer bem.

Na verdade, o que me faz sair de casa a qualquer hora pra ir lá é a FOCACCIA. Que você simplesmente não acha igual em nenhum lugar em São Paulo.



A focaccia é feita com uma massa beeeeem fininha, crocante, deliciosa. Essa da foto é a "Da casa", feita com queijo stracchino, típico da região da Lombardia, na Itália, e que está presente em outros pratos do restaurante.

Não tem outra palavra a não ser "perfeita". Mas a minha focaccia preferida nem é essa, mas a de stracchino, figo e prosciutto (o cru), pra mim uma obra-prima do chef Carlos Bertolazzi. Em italiano, o adjetivo que definiria o sabor é: squisito. Peculiar e delicioso.

Depois da focaccia, nós da mesa pedimos os PRATOS PRINCIPAIS


1) Lasagna, que vem "desmontada", muito mais gostosa de comer, com um molho que leva funghi mas tomate e especiarias também. A porção tem o tamanho exato, não é aquele exagero mas também não é pouca coisa. Quer a receita? Clique aqui que o próprio Bertolazzi te ensina a fazer.


2) Canaglia, nome bem apropriado pra um sanduíche bem "cafajeste", no sentido mais roots: aquele "macho" que consegue comer, feliz, um sanduba feito de bife à milanesa, presunto cru, alface, tomate, ovo e cebola fritos. Delicioso e IMENSO.




3) Filé alla milanese. Um dos meus pratos favoritos no mundo todo, agora na versão do Zena. Experimentei hoje. A saladinha é uma delícia, perfumada com balsâmico. O bife, em si, é alto - não é batiiiiiido como se encontra mais comumente nos outros restaurantes -, o que faz com que a carne fique meio mal-passada. Eu adorei, é suculento, gostosudo, enche a boca (sei que soou erótico). E supercrocante.

HORA DA SOBREMESA

A maioria da mesa pediu Focaccia de Nutella. Conheço muita gente que vai até o Zena só pra comer isso, que é uma orgia de chocolate, haha. Não é o que eu mais amo no mundo - muito doce pra mim - mas sei que a imensa maioria das pessoas que vão ao Zena pede essa sobremesa. Experimentei hoje, é, sem dúvida, o que se espera dessa focaccia, o negócio grita NU-TEL-LA. Então tá bom, né? Me deixa que eu vou comer a minha sobremesa mais singela, haha

Eu pedi Panna Cotta, que é, junto com o cheesecake, o doce que eu mais gosto de comer. Se tivesse que escolher uma sobremesa pra comer pra sempre, acho que seria mesmo essa.
Mas é complicado conseguir acertar o ponto da Panna Cotta - muita gente bota gelatina de mais (e fica duuuuuuuuuuro, o doce) ou de menos (e fica molengo, meio nojento). O segredo, ensina Bertolazzi, é a marca do creme de leite fresco, a quantidade de gordura do leite... e a quantidade de gelatina.

Voilà. Saímos todos super-satisfeitos, felizes mesmo. Porque se tem um lugar perfeito pra se almoçar num domingo chuvoso, este lugar é o Zena.

Vai lá!

Zena Caffè - Rua Peixoto Gomide, 1901, Jardins, SP, tel. 11 3081-2158

Bolo Pão de mel

Eu trabalho há 8 meses no centro de São Paulo e, sério, não consigo pensar num lugar melhor pra passar 2/3 dos meus dias. Não somente, mas principalmente, pela quantidade dee lugares bons pra se comer.

E bem no coração do centro, do lado da estação São Bento do metrô, fica o Café Girondino, casa clássica da capital paulistana, que me atraiu umas dúzias de vezes pra tomar um café com o pessoal do trabalho (sem proporções diretas com o fato do gerente ser meu aluno, é claro).

Outro dia, na hora de voltar pra casa, eu passei lá pra levar algo doce pra comer depois do jantar, mas queria algo novo... o cheesecake eu já conhecia, asssim como o bolo bem-casado e o bolo de maçã... escolhi a versão gigante do pão de mel. Não teve jeito, aquele recheio generoso de doce de leite me chamou pro fight.

Bolo pão de mel
Recheado com doce de leite e coberto com ganache ao leite.

Quanto? R$11,90
Onde?
Café Girondino
R. Boa Vista, 365, São Paulo SP
Tel. (11)3229-4574

+ Bolo bem macio e saboroso... bem fiel ao sabor do pão-de-mel, com as especiarias e tal, mas não muito forte. E mano, dá uma olhada nesse recheio de doce de leite! E é o melhor doce de leite que eu conheço, aquele que vc faz cozinhando uma lata de leite condensado na pressão. Absurdamente bom.
- Achei a cobertura excesiva. Muito doce e em muita quantidade... uma ganache meio amarga fininha seria melhor.

Afinal, vale a pena? Extremamente! É, não é assim... barato, mas vale cada centavo. Mesmo com a cobertura excessiva, que você pode simplesmente não comer, ou tirar o excesso. E meu, esse doce de leite, puta merda.

Photobucket
-
Agora vai lá no meu twitter e me sugere o que comer no Outback hoje à noite!

18 de set de 2010

Receita: Risotto de abacaxi

Dois anos atrás a minha mãe queria comer bisteca. Ok, bisteca foi feita, mas que graça teria se o feliz aqui não inventasse nada? Então aproveitei o arroz arbóreo que tinha restado de alguns risotos antes e BANG, fiz risoto de abacaxi. Porque né, vai bem com carne de porco.
Ficou ótimo, mas essa idéia ficou arquivada por esse tempo todo (tirando quando eu salvei a vida de uma carioca com ela).

Até que hoje eu chego em casa e vejo, descongelando sobre a pia, bandejas de costelinhas de porco! Não pensei duas vezes e fiz o risoto de abacaxi de novo, desta vez aprimorado e com fotos pra postar aqui. Pois então pegue o seu e comece a descascar!

Depois de descascar, corte o abacaxi em cubos médios e leve a polpa e a casca a uma panela com água quente ao fogo. Retire a polpa assim que ferver, e deixe a casca em fogo baixo. Adicione um tablete de caldo de legumes e mexa.

Neste momento, derreta duas colheres de manteiga em uma panela ou frigideira grossa. frite uma cebola ralada nesta manteiga e adicione vinho branco. Deixe evaporar um pouco e então adicione duas xícaras de arroz arroz arbóreo. Mexa bem até incorporar à mistura de manteiga, cebola e vinho.

Aos poucos, adicione o caldo de abacaxi e mexa até você notar que o arroz está mais seco. Faça isso repetidas vezes até o arroz ficar al-dente (cozido porém ainda crocante). Acerte o sal.

Então adicione o abacaxi em pedaços e mexa. Deixe no fogo até o arroz chegar ao ponto que você gosta (eu, por exemplo, só juntei o abacaxi, esperei até ele esquentar e desliguei o fogo). Junte manteiga, e somente manteiga. Não aconselho queijo parmesão nesse risoto.

Servir acompanhando a carne de porco que você preferir, desde que esta não atropele o sabor do risoto. Na foto, costelinhas cozidas, temperadas com alecrim, e agrião refogado.

Sem muitas observações dessa vez. Se você aprendeu a fazer risoto, não vai errar. Mais posts sobre:
Risoto quatro-queijos, Spaghetti Primo
Risoto com camarão e catupiry (by Lele)
Receita: Risoto de calabresa ao Tannat e tempero baiano (porque eu acabei de me tocar que "ítalo-brasileiro" é um nome pedante.)

Façam, comam e contem.


13 de set de 2010

Cupcakes de São Paulo

Há alguns dias, eu (@alesie) e @poalli comentamos no Twitter como o site do Cupcake Ito era bacana. No mesmo dia, eles entraram em contato com a gente dizendo que iam mandar alguns pra gente experimentar. Uma coisa levou a outra, e na mesma semana chegaram aqui em casa, além destes cupcakes, também os da Cupcakeria e os da Maria Pia Bolos.

Aí a gente prometeu que faria o imenso sacrifício de experimentar todos... e dizer aqui o que achamos de cada um. Preparados? 1, 2 e já.





A Cupcake Ito mandou uma caixinha com seis cupcakes, lindos lindos, apresentação impecável. Os sabores não vieram discriminados, mas um era de limão, outro, de goiabada, dois de chocolate (um com cenoura), um de chocolate branco e outro de pistache. Todos bem doce, pra verdadeiros fãs de açúcar :).

Podemos dizer que o sabor era o mais "caseiro" dos três. Quando a gente comeu, ainda comentou que parecia aqueles bolinhos que você comia na casa da vovó em dia de chuva, sabe? Ah, e a embalagem, de papelão bem firme, também veio com um button da marca.

Twitter: @cupcakeito
Preço: R$ 5, independentemente do sabor.
Pedidos: (11) 3044.1994 ou contato@cupcakeito.com.br



Chegaram oito cupcakes, metade de banana e metade de brigadeiro, e também dois potinhos decorados, lindos de morrer, cheios de brigadeiro de colher.

O ponto alto destes cupcakes é, sem dúvida, a massa, superleve e macia, tipo pão-de-ló. Até @nalvamaria, que é uma cozinheira de mão cheia, aprovou - e olha que ela não aprova qualquer coisa. O cupcake de brigadeiro era beeeem recheado e beeeem molhadinho por dentro - parecia que tinha mousse. O brigadeiro de colher é muito saboroso e macio.

Twitter: @mariapiabolos
Preço: R$ 6, em média. Se tiver pasta americana, é outro preço.
Pedidos: contato@mariapiabolos.com.br





Vieram 12 cupcakes de sabores variados + 4 especiais para a Chiara, imeeensos, de M&M. A massa não é tão leve quanto a da Maria Pia Bolos, mas o recheio é inacreditavelmente delicioso, assim como a cobertura.

A embalagem é ótima; eles vêm bem separadinhos e não encostam um no outro. Outra coisa genial é que veio um "mapinha" dos cupcakes, pra gente saber do que era cada um. Nossos top 3, na ordem: 3) o de Nutella, 2) o de maçã e 1, disparado, o de Framboesa, ou, nas palavras dos proprietários, uma cobertura de creamcheese e um pouco de limão siciliano coberto com um coulis de framboesa. O resultado é um sabor de cheesecake delicioso. Eu e @poalli não sabemos viver mais sem.

Twitter: @cupcakeriabr
Preço: R$ 6 para qualquer sabor.
Pedidos: Todos os dias no quiosque no Shopping Paulista (para saber os sabores disponíveis, veja no Twitter diariamente). Logo reabrirá a loja online.

Gostaríamos de agradecer às três lojas pela confiança e dizer que ó, tamo aí pra jogo, querendo mandar sua comidinha pra ser avaliada é só entrar em contato com alesie@gmail.com.


5 de set de 2010

Coração Mineiro


No centro de São Paulo existe uma coisa inexplicável chamada Shopping Light. Se você não entendeu o "inexplicável", tenta ir até o quinto andar e voltar pra você ver. Mas enfim, é bem no quinto andar que fica a praça de alimentação, com uma boa variedade de opções. Outro dia fui lá almoçar, porém eram 15:30h (horários de um professor são uma delícia) e vi essa opção de comida por quilo e caí matando, já que eu amo comida mineira.

Ao pesar o prato notei que ficou BEM mais barato do que eu esperava, e então a moça do caixa me disse que depois das 15h cada 100 gramas passa a custar R$1,99! Ou seja, um preço bom pra cacete. Agora nos resta saber se até esses 1,99 valem a pena né?

O buffet tem diversas opções entre os pratos quentes e... poucas opções pra salada. A idéia de tudo é, obviamente, baseada na culinária do sul de Minas Gerais.

Aí tem (sentido horário): Mix de folhas com molho tipo caseiro, costelinha cozida, feijão tropeiro, arroz, torresmo, couve-flor gratinada, mandioca frita

+ A costelinha tava de fuder. A mandioca também, e o torresmo... bom, é torresmo, dispensa comentários.

- Pouca opção de salada, feijão caudoso demais, molho da couve flor sem sal.
Onde? Coração Mineiro Shopping Light.
Tel. 11-3258-8474

Afinal, vale a pena? Muito! Mas somente nessa promoção de R$1,99 depois das 15h. Pra vcs terem uma idéia, esse pratão deu exatos R$10,48. Sem contar que eu ainda estou sonhando com a costelinha.


Avaliação:
Photobucket