Pesquisar este blog

11 de nov de 2008

Receita: Risotto Ítalo-brasileiro

Este blog é escrito por duas pessoas fanáticas por risotto. Portanto, a relação risotto > eat n' tell é a mesma que viadada > show da Madonna: vai ter aos montes.

E nós adoramos fazer risotto (o de verdade, q já foi explicado o que é.) mesmo ficando com a cara no fogão por quase 1 hora... o que, nessa merda de calor que tem feito, passa longe de ser agradável. E além disso é um prato ótimo para se inventar. Vc pode brincar com os temperos, vinhos, caldos e outros elementos que irão junto. Na minha vida eu nunca fiz um risotto igual ao outro. Seguem algumas combinações que dão certo pra cacete:

> Frango grelhado e gengibre
> Lula, tomates e tinta de lula. O risoto fica preto!
> Alho-poró e manteiga temperada
> Sobrecoxa de pato e manjericão roxo
> Mariscos e açafrão
> Queijo de cabra e damascos
> Risotto de abacaxi para acompanhar lombo grelhado

E por aí vai... portanto eu vos aconselho a comprarem um pacote de arroz arbóreo (não é absurdamente caro... nem R$8,00 um pacote que 1 quilo) e irem inventando. Quem sabe não rola até uma promoção aqui?

A receita hoje é inclusive de uma vez que eu fui no mercado, escolhi na hora o que eu ia comprar, e resultou num puta risotto bom. Falaê como faz, Louro José!

Prepare o fundo líquido: Ferva 1500ml de água e coloque 2 cubos de caldo de bacon.

Em uma frigideira funda, frite de leve 1 gomo de lingüiça de calabresa. Se for de teflon, nem de óleo precisa. Reserve.

Pique em cubos minúsculos 1 cebola média. Na mesma frigideira da calabresa, aqueça 2 colheres de manteiga e frite a cebola até que ela fique transparente apenas. Não deixe dourar.

Adicione vinho tinto. O bastante para deixar a cebola bem vermelha. Deixe o vinho agregar sabor ao refogado de cebola.

Adicione 1 xícara de arroz arbóreo. E misture bem, até que ele esteja bem envolto pela cebola com vinho.

Com uma concha, despeje pouco a pouco o caldo de bacon e mexa bem.

Continue mexendo sempre, até que o caldo evapore. Repita o quanto for necessário até que o arroz esteja macio da forma como vc gosta. Cuidado para que ele não desmanche. Vai virar mingau.

Quando o arroz estiver quase no ponto, adicione tempero baiano. Este tempero é vendido pronto em supermercados.

Quando o risotto estiver pronto, tire da frigideira e adicione 1 colher de manteiga e queijo parmesão ralado, a gosto.

Junte a lingüiça calabresa e misture.


Use a criatividade para montar um belo prato, e bom apetite!

-

> Risotto pode ser feito com arroz comum (agulhinha)? Pode, dá certo sim. Mas não chega nem perto. Meu, 7 reais não mata ninguém. E 1kg de arroz arbóreo rende bastante, viu.

> O vinho que eu usei foi:
Salton Tannat 2004, Serra Gaúcha - Brasil.


Eu batizei de Risotto Ítalo-brasileiro pq ele leva elementos tanto da nossa cultura gastronômica quanto da italiana... partindo do próprio prato que É italiano, usando a lingüiça calabresa que é de lá também, mas muuuuito apreciada aqui no brasil, e terminando com elementos nacionais... tempero baiano, vinho gaúcho, e feito por um paulista.

Faz ae, cazzo!

13 comentários:

  1. 3ª fã de risotto aparecendo! vou experimentar esse prato, viu? mas confesso q sempre estilei na hora de comprar o arroz arbóreo.. xD

    ResponderExcluir
  2. Clayton... eu uso também o arroz carnaroli para fazer risotos... na verdade eu compro o mais barato entre o arborio e ele...
    Muito boa a receita, vou tentar achar caabreza aqui onde moro ou alg similiar, mas rola também cortá-la menorzinha ?

    Uma vez fiz camarão pequeno com champignons e coloquei um tico de açafrão. Ficou muito bom, mas os champignons perderam o gosto ao lado das outras duas coisas. Cozinhando e aprendendo !

    Adoro o blog, leio sempre!
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. ops, esqueci de pôr um link de um blog italiano sobre risotos, mas acredito que deve existir outros


    http://www.risorisotto.com

    ResponderExcluir
  5. Adaptei risotos e ao invés do arroz arbóreo uso o sete cereais (Arroz Integral,Arroz Selvagem Aveia Integral, Cevada, Triticale, Centeio e Trigo Integral). Porque -como sempre digo- casa de nutri, né?
    No finzinho ainda jogo umas nozes...fica bem bom também!
    Abraços
    Fê Brunacci

    ResponderExcluir
  6. Amooooooooooooooo risoto! Fiz um esses dias com linguiça calabresa fininha e muito cheiro verde.
    O arroz arbóreo tinha que vir na cesta básica.
    ;)

    ResponderExcluir
  7. alguém poderia, por obséquio, dizer do que se trata o "tempero baiano"? moro no rio, nunca ouvi falar. o que eu posso usar pra substituí-lo?

    outra coisa: o vinho é seco, right? só pra ter certeza...

    vou tentar fazer aqui. nhammm!!!!
    muito obrigada pela receita.

    ResponderExcluir
  8. "O arroz arbóreo tinha que vir na cesta básica."

    hahahahahahaha!!!!!
    na verdade, eu queria arroz integral. amo!

    ResponderExcluir
  9. As vezes que eu to com uma MEGA preguiça de fazer um risoto bem pensado eu faço um risoto de alface, que é OTIMO, barato e fica com um leve gosto de aspargos. Quero MUUUITO a receita de damascos com queijo de cabra!!!

    Passa? :)

    ResponderExcluir
  10. Queijo de cabra e damascos??? A-M-E-I a idéia! Vem de algum site? Pq não imagino que tipo de caldo usar...

    ResponderExcluir
  11. claybon, como eu fiquei com desejo de risotto hj, mas aqui só tinha arroz agulhinha e nada de tempero baiano....eu fiz assim mesmo! e posso falar? ficou bem bom. o queijo no final dá o toque....JESUS!!!! e não ficou mingau.

    obrigada!

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir