Pesquisar este blog

13 de abr de 2010

Denny's Diner - Hambúrguer

Como prometido, um post sobre o melhor hambúrguer que eu comi na vida. Foi no clássico restaurante americano Denny's, sobre onde eu já fiz um post sobre o café-da-manhã, aqui.

Este post não será avaliação (até pq eu não tenho idéia de preço atual e etc), só informações gerais sobre o sanduíche. Dá uma olhada na criança:

Este é o Double Cheeseburger. Não, não é tão grande. Hambúrguer nunca precisou ser gigante pra ser excepcionalmente gostoso e te satisfazer. Mas assim... tá vendo a quantidade de queijo? Além disso ele vem com cebola, pickles, alface e tomate, acompanhado de fritas.

E assim, não é por ele ser carregado de queijo, mas também todo o ritual americano simples e perfeito pra carne: só carne. Não tem essa de creme de cebola e 10500 temperos. São montinhos de carne moída, grelhados e temperados na hora. E o melhor: A carne não é super cozida. O hambúrguer é rosado por dentro, macio. Perfeito. Eis o quanto eu gostei:

Detalhe: já acompanhado do mascote do blog 6 meses antes de eu criá-lo! Heh.

Enfim, no fim das contas o que eu quero dizer aqui é que as hamburguerias por aí tentam inventar demais e esquecem que o hambúrguer perfeito é ridículamente simples. Pão tostado, carne macia e simples, generosidade no queijo e a escolha de usar ou não vegetais. Desde que cebola e pickles sejam itens de série (salvo, claro, se o cliente não quiser). E o sanduíche não era assim só no Denny's, pois eu trabalhei em um restaurante a centenas de quilômetros dali e o processo era o mesmo.

Portanto se você for fazer hambúrguer em casa (eu digo FAZER mesmo), lembre-se da regra número um: Keep it simple.

11 de abr de 2010

Hamburgueria Rockets


Ontem à noite eu e dois amigos resolvemos ir jantar. O fast-food tex-mex que a gente queria estava... passando o ponto, então decidimos ir numa hamburgueria que tem lá perto (legal que tudo o que fica no raio de 5km de qualquer ponto da Av. Paulista é considerado perto para ir a pé).

Chegamos no lugar, que estava cheio de gente, e depois de sermos recebidos de forma nem um pouco calorosa, e também depois de 35 minutos, conseguimos uma mesa. O lugar, como toda hamburgueria que eu tenha notícia, é tematizado com coisas típicas dos Estados Unidos na década de 50. Ou seja: estrutura do salão estilo diner (eis aqui um exemplo do que é um diner), com pôsteres de Elvis, Marilyn Monroe, e as clássicas propagandas antigas da Coca-Cola (que, todo mundo sabe, foram feitas anteontem por algum designer que adora retrô).

Porém, tudo o que o lugar tem de agradável, o menu tem de decepcionante. Pouquíssimas alternativas de hambúrgueres e preços exagerados, salvando como atrativo apenas a opção de Coca-Cola com sabores (a de cereja é ótima, a de baunilha é enjoativa, e a de chocolate parece água de ch... bom, fica pra imaginação). Enfim né, avaliando o sanduíche que mais me chamou a atenção:

#1
Q? 150g de carne, cheddar, alface, uma rodela de cebola e molho rockets.
Quanto? R$20,20
Onde? Rockets - Alameda Lorena, 2090.
Tel. 11-30819466

+ Num geral, ele lembra muito o hambúrguer americano, principalmente pela carne, que eu acredito ser produzida no local. Muito bom também o fato deles aceitarem troca de queijo, pois eu troquei o cheddar por blue-cheese (qual a dificuldade de escrever gorgonzola?). Num geral, o sanduíche é ótimo e eu comeria de novo.
- Pouco queijo, muita alface, muito molho, muito caro. Sem contar que OI, se você quer um hambúrguer típico americano, existe algo essencialíssimo chamado pepino em conserva, também conhecido como PICKLES. E ah, a rodela de cebola era quase maior que a carne.

Afinal, vale a pena? Não. Eu disse que comeria de novo, mas não disse que pagaria mais de vinte reais pelo sanduíche de novo. Meu. Muito, muito caro. Ok, comer um hambúrguer decente por aí tá difícil, mas esse preço é abuso. O mesmo pra porção de batata-frita (mais de R$11,00) a porção de onion rings (R$16,00) e pro hambúrguer de picanha (mais de R$26,00. Vinte-e-seis-re-ais. Juro.).






-

Falando nesse estilo de restaurante, hambúrguer, anos 50 e etc, os fãs do sanduíche mais famoso do mundo que se preparem, pois o próximo post é sobre o melhor hambúrguer que eu comi na minha vida, nos Estados Unidos, no diner mais popular de lá!

6 de abr de 2010

Natuchips Mandioquinha

Não sei se é novidade ou não, até porque muita coisa você só encontra no centro de São Paulo. Enfim, chips de mandioquinha (ou batata baroa), e também tem de inhame, e eu ouvi dizer que tem de mandioca também, seguindo a moda de ser natureba/roots (ahn? ahn? roots! sacou?). E tipo: eu amo mandioquinha. Logo, esse pacotinho foi amor à primeira vista.


Q? Chips de mandioquinha. Sem corante, sem conservante, sem gord.. ahmmm, só isso.
Quanto? R$2,20 em algum dos maravilhosos mercadinhos minúsculos da região da 25 de março.

+ Meu, parece mesmo mandioquinha frita feita em casa. Não tem cara de produto industrializado (talvez por ser sequinha ao extremo, o que em casa é difícil de fazer). Salgada na medida certa, crocante... na boa? Perfeita.
- Deveria vir mais no pacote. Deveria ser mais acessível. Deveria cair do céu.

Afinal, vale a pena? Sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim simsim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim simsim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim

Avaliação:
Na boa? Estão preparados? Mesmo?

Photobucket

SIM! Finalmente algo que seja digno dos 5 ketchups. Não, não me fez ***** ao comer, mas mesmo assim merece.

3 de abr de 2010

Receita de Páscoa: Cupcakes de Cenoura e Chocolate

Vou tentar compensar o meu sumiço com uma receita pra Páscoa (Nota mental: postar receitas comemorativas com antecedência, Clayton. Grato.)

Enfim, vamos aos fatos que me levaram a essa receita. Fato um: Páscoa pede chocolate. Fato dois: chocolate vai bem no bolo de cenoura. Fato três: cenoura >>> coelho >>> Páscoa! Fato cinco: Cupcakes estão ficando incrivelmente populares aqui no Brasil, e são uma ótima forma de presentear as pessoas. Tudo se juntou perfeitamente na minha cabeça, e a idéia foi simplesmente óbvia. Mas antes da receita, um pouco sobre o bolo de cenoura.

Não é só no Brasil que as pessoas comem bastante bolo de cenoura. Nos Estados Unidos a sobremesa também é popular, mas um pouco diferente daqui. Lá, a massa é bem densa, leva especiarias, e é recheada e coberta com um creme feito com base no cream-cheese. Bem diferente disso tudo, o brasileiro é praticamente um pão-de-ló acrescido de cenoura e coberto de chocolate.

As coberturas pro bolo variam de acordo com quem faz. Há quem faça com uma calda semelhante ao brigadeiro e há quem faça com creme de leite e cacau em pó. A receita de cobertura que eu uso é bem simples, e eu chamo de "cobertura 6-4-2-1". 6 colheres de açúcar, 4 de chocolate em pó e 2 de margarina. Isso tudo vai ao fogo, e quando estiver tudo derretido e homogêneo, adiciona-se uma colher de leite. Deve cobrir o bolo ainda quente, pois a cobertura endurece quando fria.

Enfim, a receita de hoje:

Cupcakes de Cenoura e Chocolate

Ingredientes:
4 cenouras médias, descascadas e raladas
4 ovos
1 xícara de óleo de soja
2 xícaras de açúcar
> Bater estes ingredientes no liquidificador. Depois, juntar a:
2 xícaras de farinha de trigo peneirada
1 colher (sopa) de fermento químico em pó.

Levar ao forno em forminhas para cupcake.


Assar em forno médio por 30-40 minutos. Vai sair algo assim:

Então, cobrir com ganache:
350g de chocolate picado, derretido (eu usei metade meio-amargo e metade ao leite)
250ml de creme de leite homogenizado

Decorar com fatias de cenoura levemente cozidas, e se tornar o coelhinho da Páscoa mais original desse ano.
Até porque sai BEM mais em conta do que comprar ovos de páscoa. Eu fiz duas receitas e meia e gastei o equivalente a um ovo de páscoa simples, de 500g. Vamo, ainda dá tempo!

> Cada receita rende 20 cupcakes.
> Vocês podem colocar a ganache usando um bico e saco de confeitar. Coisa que este que vos fala não fez por tê-los esquecido em outro lugar
> Chips fritos de cenoura também formam uma decoração bonita. Basta fatiar as cenoura BEM fininha, deixar de molho em água e um pouco de álcool, e fritar em óleo quente. O álcool deixa os chips mais crocantes.

Feliz Páscoa!