Pesquisar este blog

18 de set de 2010

Receita: Risotto de abacaxi

Dois anos atrás a minha mãe queria comer bisteca. Ok, bisteca foi feita, mas que graça teria se o feliz aqui não inventasse nada? Então aproveitei o arroz arbóreo que tinha restado de alguns risotos antes e BANG, fiz risoto de abacaxi. Porque né, vai bem com carne de porco.
Ficou ótimo, mas essa idéia ficou arquivada por esse tempo todo (tirando quando eu salvei a vida de uma carioca com ela).

Até que hoje eu chego em casa e vejo, descongelando sobre a pia, bandejas de costelinhas de porco! Não pensei duas vezes e fiz o risoto de abacaxi de novo, desta vez aprimorado e com fotos pra postar aqui. Pois então pegue o seu e comece a descascar!

Depois de descascar, corte o abacaxi em cubos médios e leve a polpa e a casca a uma panela com água quente ao fogo. Retire a polpa assim que ferver, e deixe a casca em fogo baixo. Adicione um tablete de caldo de legumes e mexa.

Neste momento, derreta duas colheres de manteiga em uma panela ou frigideira grossa. frite uma cebola ralada nesta manteiga e adicione vinho branco. Deixe evaporar um pouco e então adicione duas xícaras de arroz arroz arbóreo. Mexa bem até incorporar à mistura de manteiga, cebola e vinho.

Aos poucos, adicione o caldo de abacaxi e mexa até você notar que o arroz está mais seco. Faça isso repetidas vezes até o arroz ficar al-dente (cozido porém ainda crocante). Acerte o sal.

Então adicione o abacaxi em pedaços e mexa. Deixe no fogo até o arroz chegar ao ponto que você gosta (eu, por exemplo, só juntei o abacaxi, esperei até ele esquentar e desliguei o fogo). Junte manteiga, e somente manteiga. Não aconselho queijo parmesão nesse risoto.

Servir acompanhando a carne de porco que você preferir, desde que esta não atropele o sabor do risoto. Na foto, costelinhas cozidas, temperadas com alecrim, e agrião refogado.

Sem muitas observações dessa vez. Se você aprendeu a fazer risoto, não vai errar. Mais posts sobre:
Risoto quatro-queijos, Spaghetti Primo
Risoto com camarão e catupiry (by Lele)
Receita: Risoto de calabresa ao Tannat e tempero baiano (porque eu acabei de me tocar que "ítalo-brasileiro" é um nome pedante.)

Façam, comam e contem.


Nenhum comentário:

Postar um comentário