Pesquisar este blog

3 de abr de 2013

Tipo: Pão integral não é integral.


Comecei a prestar atenção nisso há alguns meses. A marca de pão integral que eu costumava comprar não estava disponível e eu comprei outra. Abri o pacote, peguei duas fatias, e notei que o miolo estava liso demais, diferente do típico miolo mais grosso, cheio de grãozinhos marrons do pão integral que eu conhecia. Aquilo parecia um simples pão de forma branco - só que marrom.

Como eu havia aprendido nas aulas de nutrição, a lista de ingredientes num rótulo segue uma ordem: do ingrediente em maior quantidade pro ingrediente em menor quantidade. Fui direto à lista de ingredientes e adivinha qual era o primeiro? "Farinha de trigo enriquecida com ferro é ácido fólico". Em outras palavras: farinha branca. Tinha um teco de farinha integral lá, sim, junto de, adivinha de novo o quê? Cacau. Yep. Tem tão pouca farinha integral no pão "integral" que eles colocam cacau pra que ele fique marrom. Cacau, que, inclusive, aumenta o valor calórico. E você só comendo pão "integral" na sua dieta, hein? E não é marca chinfrim, não. É Panco. Marca asiática. E, não negue, você confia cegamente nas marcas asiáticas (Hyundai é melhor que Fiat, Samsung é melhor que Apple, etc).

Pensei: Filhos da 売春婦! Nunca mais como pão deles. E continuei a comprar o pão preto da marca que eu sempre comprava: Wickbold.

Neste último sábado eu fui ao supermercado e resolvi comparar rótulos de diferentes marcas de pães integrais. Claro, há diferentes tipos de "integral" hoje em dia. Preto, Linhaça, Iogurte com cenoura (juro!), 7 grãos, 10 grãos, quantos grãos você quiser, e tudo mais. Mas todos eles têm em comum a palavra "integral", a mais desejada pelo consumidor em qualquer produto - exceto o leite. Então dá uma olhada nos ingredientes de diferentes marcas;

  

 

Tudo com mais farinha branca do que integral. Inclusive minha antiga marca favorita, Wickbold. E, como você pode colocar o mínimo que quiser de farinha integral e vender o produto como "pão integral", algumas marcas nem se dão o trabalho de dizer quanta farinha integral o pão leva. E, nas marcas que informam o quanto tem, note que a quantidade muda pra cacete de um pra outro. Na figura inferior à esquerda é 13%, na inferior à direita, é 3%!

Ou seja: você decide ingerir alimentos mais caros saudáveis e acaba comendo a mesma porcaria branca - só que marrom. E as empresas fazem isso deliberadamente, gastando o mesmo - ou menos - em um produto mais caro (pães integrais custam no mínimo R$5 por 300 e poucos gramas, na média) que elas gastam em um produto mais barato (pães de forma brancos custam, em média, por volta de R$3 ou R$4, por 500g).

Por quê? Porque nós somos trouxas. Ou éramos.

(Duvida? Dá uma olhada nos preços dos pães integrais e brancos no site do Pão de Açúcar. Inclusive, clique em cada produto pra ver a lista de ingredientes. E comece a chorar.)

A dica é, obviamente, olhar na embalagem e procurar produtos cujo primeiro ingrediente é farinha de trigo integral. De todos os que eu olhei sábado (em um Carrefour, hipermercado com uma puta variedade de marcas) somente um produto de uma marca passou no teste.


Pão integral original da Pullman. Que, inclusive, vem em 500g em vez de 300 ou 400.


Disponível nesta embalagem, caso você queira procurar. E eu juro que este não é um post pago.

Está dada a lição do dia, crianças: nada de pão branco marrom.

3 comentários:

  1. Adorei. Tava me entupindo e enganando meu colesterol com "Wickbold Chia e Macadâmia"...

    ResponderExcluir
  2. Eita eita Clayton, produtos integrais não são para perder peso e sim para aumentar a ingestão de fibras! Se olhar na legislação vai perceber que tds esses rótulos e formulações estão normais. Culpado foi quem ensinou que produto integral é sinônimo de perda de peso, esse sim errou feio errou rude! Ingestão de fibras de certo modo pode ajudar na perda de peso fazendo volume e dando sensação de saciedade mais rápido (ou seja, vc fica cheio mais rápido e come menos), mas vai ser mmmmmmmmtu difícil (para não dizer impossível) um produto na sua versão integral ter menos calorias, a não ser qdo os fabricantes (inteligentemente) incluem um claim a mais, tipo light ou com redução de gorduras. Mas a intenção do integral é ter fibras, não menos calorias na porção e para isso não é necessário utilizar apenas 100% de farinha integral, até pq tecnologicamente é inviável! Td mundo usa o recurso da fibra de trigo, eu msm usava qdo trabalhei na área de panificação...

    ResponderExcluir
  3. Que absurdo! Obrigada pelo post, afinal se vc compra integral vc quer integral não importa o motivo pelo qual vc quer apenas vc quer e pronto, se está pagando tem o direito....

    ResponderExcluir